Sobre estar em forma. Ser saudável é fundamental.

Olá, tudo bem? Meu nome é Quéren-Hapuque Janjão do Nascimento, sou fundadora do Sobre Fitness e se você busca:

  • Elevar seu conhecimento sobre como se manter saudável
  • Conseguir se manter motivado, embora viva uma rotina cansativa e estressante
  • Saber o que comer e o que evitar para alcançar seus objetivos

Então, você está no lugar certo!

 

COMO PODEMOS AJUDAR VOCÊ A MELHORAR SUA QUALIDADE DE VIDA

Antes de começar, é preciso deixar bem claro que: eu não sou nutricionista, profissional de educação física ou médica. E, claro, não tenho a menor pretensão de substituir qualquer desses profissionais na manutenção de sua saúde e bem-estar.

Eu sou curiosa e leitora contumaz de estudos e artigos. Por isso, criei este espaço para dividir com você um pouco do que tenho aprendido desde que resolvi mudar de vida.

A intenção de qualquer publicação feita aqui é despertar você para a mudança. Mas saiba que o acompanhamento individualizado por profissionais competentes é imprescindível.

O pouco que aprendi até hoje foi fazendo, experimentando, errando e acertando. Além, é claro, de ter sido auxiliada individualmente por profissionais capacitados e experientes.

O conteúdo será baseado em artigos científicos, mas os textos aqui serão leves e fáceis de ler.

 

POR QUE E POR ONDE COMECEI MINHA MUDANÇA

Aos 21 anos eu:

  • Estava concluindo a faculdade de Direito e tentando finalizar meu TCC
  • Fazia estágio e tentava produzir em 6 horas o mesmo que meus colegas produziam em período integral
  • Passei por alguns problemas pessoais
  • E emagreci absurdamente.

Comer – fosse em pequena ou grande quantidade – não era, de forma alguma, minha prioridade.

Eu não me preocupava com a qualidade de vida que estava levando.

Aos 26 anos eu:

  • Havia acabado de sair de um relacionamento desgastante
  • Estava sem emprego
  • Estudava no período da manhã.

Durante todo o período de namoro (1 ano e 9 meses) minha alimentação era bastante “refinada”:

  • Pizza toda semana
  • Hamburguer e batatas fritas mais de uma vez por semana
  • Pratos “gourmet”, praticamente, explosivos

Evidentemente meu corpo começou a sentir – e externar – as consequências desse estilo de vida.

Tenho 1.72m de altura (com ossos “largos”). Aos 21 anos pesava 65kg. Aos 26 anos, no dia em que fiz minha matrícula na academia, estava pesando 79kg.

Sempre tive vergonha de ir à academia. Sim, esse é um problema de várias mulheres.

Um dia, subi na balança e estava com 79kg e alguns gramas (quase 80kg!). Eu nunca tinha chegado a esse número.

Imediatamente entrei no quarto e fiz minha matrícula na academia pela internet mesmo. Se eu esperasse pelo dia seguinte para me matricular pessoalmente, não iria.

Foi aí, nesse impulso, que comecei minha mudança.

No começo achei que eu só precisava voltar ao peso normal, algo entre 70kg e 74kg.

Mas quando comecei a fazer musculação minha vida, literalmente, mudou.

Deixei de, apenas, pensar em perder peso para pensar em ter uma vida realmente saudável.

Perder peso, dependendo de sua dedicação é, em alguns casos, um resultado obtido rapidamente. Mas manter-se saudável, com o peso desejado é um desafio diário. É por isso que conhecemos tantas pessoas que sofrem do chamado “efeito sanfona”.

Passei a ir à academia quase todos os dias, treinar com dedicação e, então, os resultados começaram a aparecer.

Procurei profissionais para melhorar os resultados e passei a “devorar” muito material teórico.

Cheguei ao peso desejado e, depois disso, a motivação mudou. Eu quis viver uma vida saudável.

Passei a ter mais disposição durante o dia, ver mudanças no meu corpo e ter sede de desafios.

E é por isso que desejo compartilhar o pouco que tenho aprendido. A mudança é necessária, fundamental e faz muito bem.

Vamos começar a mudar de vida?

 

ESSE É O SOBRE FITNESS

Eu também achava que “geração fitness”, “moda fitness” e tantos outros “fitness” eram “modinhas”.

Foi bem difícil enfrentar a vergonha de ir à academia.

Eu ainda evito horários super lotados e não tenho paciência para “marombas”.

Ser “fitness” não é “modinha”.

Estar em boa forma melhora sua qualidade de vida trazendo dias melhores hoje e no futuro.

Ninguém liga, de verdade, para o que você está fazendo ou deixa de fazer na academia. Vá, faça seu treino com concentração e dedicação, alimente-se bem e colha seus resultados.

Se cuidar é o mínimo que você pode fazer por você. É o melhor remédio para sua autoestima.

Comece. Você não vai se arrepender!